Dog Days’ – Vazio


Quando a primeira temporada de Dog Days foi ao ar à uns dois anos, eu fiquei na maior expectativa porque era um anime original do mesmo roteirista de Nanoha. Como geralmente acontece quando as expectativas são grandes demais em cima de algum anime, a gente acaba se decepcionando mais do que se divertindo. Então quando resolvi assitir Dog Days’, a segunda temporada de Dog Days, já comecei com as expectativas lá em baixo, e o que viesse de bom era lucro. Mas mesmo depois de assistir toda a segunda temporada de uma vez só, ainda não sei dizer se ela foi boa ou ruim. Para começo de conversa, a quantidade de personagens apresentadas em apenas 13 episódios, somadas já a quantidade de outros que já vieram da primeira temporada, acabou por fazer com que não tivesse espaço nenhum para criar qualquer tipo de clima para uma resolução para os personagens principais. Se bem que, de certa forma, como não foi criado, apresentado, mencionado, ou sequer arranhado qualquer tipo de conflito real dentro da história, a impressão que dá é que toda essa temporada não passa de uma perda de tempo total. Uma coisa que achei interessante pelo menos é que, ao contrário da primeira temporada, eles nem tentaram inserir algum tipo de drama ou antagonismo mal feito durante a apresentação. Se isso é bom ou ruim depende principalmente do seu gosto em histórias, ou da sua vontade de literalmente passar o tempo assistindo um monte de personificações antropomórficas de animais sendo sendo felizes em suas comunidades e se dando bem uns com os outros. Se você tem umas cinco ou seis horas para perder, não quer uma história muito cerebral, e não se importa com a quase infantilidade da apresentação, pode ser interessante. Agora, se você precisa que ALGUMA COISA (qualquer coisa) aconteça em uma história para se interessar, passe longe desse anime.

~ por Sniperk em 10/11/2012.

 
%d blogueiros gostam disto: