Little Busters! – 01

Não pergunte por que o Masato está com a roupa toda queimada…

Deus do céu. Quanto tempo eu esperava por essa adaptação. JC Staff pelo menos trouxe a sua equipe A para fazer ela. Para quem não conhece a história, pode parecer que as coisas são um tanto aleatórias neste primeiro episódio. Como a briga do Masato com o Kengo, usando coisas que os outros atiraram neles, ou a maneira como todos parecem simplesmente adorar o Kyosuke. Mas não vamos colocar o carro na frente dos bois. Eles conseguiram passar por várias coisas neste primeiro episódio, e de certa forma pareceu algo corrido, utilizando algumas cenas diretamente da Visual Novel, emendando outras, etc. Mas o que era importante, que é o espírito dessa turma, eles conseguiram trazer a tona. Ainda falta saber como eles vão fazer para adaptar essa história, já que como em CLANNAD tinha o After Story, que você só conseguia chegar depois de passar por todas as rotas de todas as meninas, em Little Busters também tem algo parecido, e o que é pior, é intrinsicamente atrelado ao roteiro da Visual Novel, ao contrário de CLANNAD.
Trocando em miúdos, na Visual Novel de CLANNAD, você tinha que conseguir as esferas de luz, que só apareciam ao final das rotas de cada uma das meninas, exceto a da Nagisa, antes de partir para o After Story. Ou seja, você tinha que fazer o Tomoya se apaixonar por cada uma delas em cada uma das rotas e seguir elas até o final antes de conseguir a sua esfera de luz. Em Little Busters, não tinha a chamada esfera de luz, mas a diferenças começavam a aparecer já na segunda vez que você começava um novo jogo. Vou parar por aqui para não spoilear demais o que vai acontecer mais adiante no anime, mas posso dizer que é uam pena que à princípio vai ser apenas uma temporada. Para conseguir contar a história de Little Busters direito, no mínimo 24 episódios seriam necessários. Espero que eles resolvam fazer isso.
Falando da parte técnica, a animação parece elegante, e o character design até agora foi trazido praticamente sem mudanças da Visua Novel, o que é um alívio. Falando novamente de CLANNAD, quem jogou a Visual Novel e assistiu o anime consegue identificar as diferenças gritantes entre os personagens, o que não aconteceu aqui por enquanto. A trilha sonora também foi praticamente toda tirada diretamente da VN, o que pode ser bom ou ruim, pois algumas daquelas faixas da VN não eram lá essas coisas não. Agora pelo menos a OP “Little Busters” e a ED “Alicemagic” ambas cantadas pela Rita receberam uma roupagem diferente das usadas na VN, e ficaram muito boas. Vamos ver o que teremos semana que vem em relação a essa história.

~ por Sniperk em 06/10/2012.

 
%d blogueiros gostam disto: