Senjou no Valkyria – 03

Os novos cadetes estão recebendo instruções sobre os procedimentos da milícia. Quando ouvem o sobrenome do Welkin durante a chamada, todos os outros ficam surpresos. Ele é escolhido para ser um dos capitães apesar dos seus argumentos de não ter experiência nenhuma de combate. Ele então pede para que os recrutas que vieram de Bhrul sejam parte do seu batalhão, o que inclui sua irmã, Isara. Alicia é designada como parte do batalhão dele também, contra a vontade dela. O batalhão dele será o “Esquadrão 7”.

Pouco depois alguém cumprimenta Welkin nos corredores. Seu nome é Faldio, encarregado dos tanques do Esquadrão 1 e é conhecido do Welkin no tempo que os dois faziam a universidade. Faldio pergunta porque o Welkin entrou para a milícia já que ele não gosta de guerras, ao que ele responde que estava na cidade de Bhrul quando ela foi dominada pelo império e que viu quando várias pessoas morreram. Ele quer acabar com a guerra o mais rápido possível para poder voltar para casa.
Mais tarde, Welkin está se apresentando para o seu esquadrão. Alguns membros do esquadrão não estão exatamente felizes por estarem sendo comandados por uma pessoa que mal saiu da escola. Entre elas estão Largo, 36 anos, e Brigitte, 27, apelido Rosie. Welkin pergunta para todos o que é mais importante no campo de batalha, ao que Largo responde que é experiência. Welkin concorda que isso é importante mas diz que o mais importante mesmo é a vida deles. Ele fala para que, durante as batalhas, eles sempre lembrem que se estiverem vivos, ainda tem esperança.
Mais tarde os outros soldados estão conversando sobre como o Welkin é inexperiente e fraco, quando as atenções deles se voltam para a Isara que está dando manutenção no Edelweiss, já que ela é uma Darksen.
Welkin está participando da reunião de estratégia com os outros comandantes. Após receberem as suas instruções, os batalhões começam a marchar em direção a …..(não consegui pegar o nome do lugar). Durante a marcha, Alicia continua não gostando de ser subordinada do Welkin, e reclama com ele sobre isso. Ao chegarem próximos ao local, eles veem que os tanques inimigos tomaram conta da cidade, e vários tanques aliados estão destruídos na outra margem do rio.
Pouco depois de chegarem na cidade os soldados do batalhão de Welkin começam a falar que não podem lutar ao lado de uma Darksen, já que eles tomaram parte na quase destruição do mundo durante a primeira guerra. Depois de alguma discussão Welkin diz que eles na verdade não querem é que ele seja o capitão. Ele propõe que o grupo trabalghe com ele apenas nessa missão e que se der algo errado ele pedirá que seja tirado do cargo. Eles concordam, mas dizem que é melhor que Welkin não volte atrás com a palavra. Alicia tenta convencer Welkin que o que ele fez é burrice, mas ele não dá bola. Alicia desiste de tentar entender o que se passa na cabeça dele.
Naquela noite, Welkin explica para a Alicia como vai ser o plano que eles vão usar para invadir a cidade, atravessando o rio. Ele diz que pensou nisso quando viu uma andorinha voando próxima ao rio. Quando o batalhão se reúne, ele diz que o Edelweiss vai atravessar o rio por baixo d’água. Os outros tomam as suas posições. Welkin e Isara atravessam o rio com o tanque, que, apesar de fazer água, não é o suficiente para pará-lo. Ao chegar do outro lado, eles começam a atacar os outros tanques inimigos que estão parados próximos ao rio. Pouco depois os inimigos abandonam a cidade.
No outro dia, os soldados dizem que vão manter a palavra e reconhecer Welkin como seu capitão, mas Rosie também diz que ainda não aceita ter que lutar ao lado de uma Darksen.

Anúncios

~ por Sniperk em 19/04/2009.

 
%d blogueiros gostam disto: