Asura Cryin’ – 02

Eu não lembrava direito o nome dos personagens, então me perdoem. ^^ Fiz o que pude. Tá aí o sumário.

Motoharu acorda com o toque do celular e se assusta com a Kurosaki deitada ao seu lado. Misao começa então a brincar com ele. Kurosaki, só de camisola, abraça ele e pede café da manhã, e ele se lembra do dia anterior em que ela empunhava uma espingarda. Mais tarde é possível ver o que aconteceu com a casa na noite anterior. Em meio a toda essa destruição, Kusosaki senta-se calmamente tomando café, de camisola. Ela brinca um pouco com ele, contando sobre sobra a Dark Society e logo após diz que esse mundo já foi destruído uma vez. Nesse momento An entra pela porta e vê Motoharu com a mão sobre os seios da Sempai. Ela não diz nada, e sai da casa. AO chegar do lado de fora Motoharu corre atrás dela e ela pergunta o que aconteceu com a casa. Ela então diz que não vai contar nada sobre a sempai par ao Higuchi. Ela então convida ele para fazer algumas atividades do clube, mas ele se nega. Ao voltar para dentro da casa, ele diz para Misao que se lembra que seu irmão estava envolvido com a Dark Society, mas que não sabe nada mais que isso.
Em outro lugar, Shirou, conversa com sua irmã sobre o Motoharu e Takatsuki. Takatsuki nesse momento está chegando na escola e encontra com o Motoharu. Durante a aula ele conversa com a Misao sobre a Takatsuki, mas enquanto ele está tentando falar sério, mas ela começa a falar sobre os peitos da Takatsuki. Eles não percebem que estão sendo observados pela Saeki. Kurosaki está conversando com outra mulher em uma sala sobre a Dark Society. Depois da aula, An convida o Tomoharu novamente, mas antes dele responder, Higuchi aparece dizendo para ele ir e deixar a Kurosaki pra ele. Ele diz que não pode pois tem que visitar o seu senhorio. Quando ele chega na casa do senhorio, ele se assusta com o tamanho da mesma. Um carro chega e ele pega carona com a moça que está dirigindo. Durante o percurso, ela explica que o seu avô não fica ali. Ela o leva até o pé de uma escadaria e diz para ele subir. Depois de entrar na casa, ele é interrompido por um velho quando tenta se apresentar. O velho começa a dar uma palestra sobre espirais(sinceramente num entendi direito, vo esperar os subs ^^). Quando ele e Misao estão indo embora, eles comentam o quanto o velho é excêntrico. Eles chegam a uma bifurcação e como ele não lembra qual o caminho certo, ele pede para a Misao olhar de cima. Antes dela começar a subir eles percebem a Takatsuki vindo. Ela foge pelo meio do mato e ele persegue ela sem entender por que ela está fugindo. Ele escorrega e rola montanha abaixo. Mais tarde Takatsuki faz um curativo nele enquanto ele não tira os olhos dos seios dela. Logo após ela terminar, ela diz que eles estão perto e ele pula para trás. Ela fala sobre a roupa dele, e quando abre o armário, eles veem o kimono que ela usou no dia anterior quando abriu um buraco na janela do quarto dele. Ela tenta mentir dizendo que é para cosplay. Enquanto isso os Yakuza se aproximam. Motoharu pede para ela se explicar, mas ela diz que não sabe de nada. Ela diz que não pode ver a Misao mas que é um nome bonito. Ele pede para ela se explicar novamente, e ela fala sobre um sacrifício para o Asura Machina, um sacrifício humano. Ele pergunta o é o Asura Machina e porque ela sabe tanto sobre o assunto. Ela diz que é o demônio. Eles ouvem o barulho dos carros chegando do lado de fora. Misao percebe que é os Yakuzas. Motoharu pega a Takatsuki no colo, dizendo para se esconder, mas a porta se abre antes que eles consigam. Um dos Yakuzas pega ele pelo pescoço mas a Takatsuki da um tapa nele e deita-o no chão. Ela diz para o Yakuza ir embora, chamando ele de pai e diz para ele vir mais. Ele pergunta sobre o Motoharu, e ela diz que não é para ele se meter com o Motoharu, chamando-o de Natsume-kun. Logo após o cara do dia anterior, que controla chamas, serve sushi para o Motoharu, ao que a Misao diz que mais parece a última refeição de um condenado. Motoharu tenta fugir, mas ele pergunta qual a relação dele com a Takatsuki. Ele explica que ela é a herdeira dos Takatsukis e que isso a faz se sentir solitária. Ele pede desculpas para o Motoharu e enfia a mão no bolso interno do paletó. Uma voz se pronuncia dizendo para ele morrer.
Takatsuki está sentada no meio da escadaria chorando. No outro dia, Motoharu encontra com ela na entrada da escola e entrega um presente que o cara dos chamas entregou para ele no dia anterior. Ela pede desculpas pela confusão, mas ele diz para ela não se preocupar. Na mansão, o pai de Takatsuki está recebendo as informações do cara das chamas, entre elas que o Tomoharu é o irmão mais novo de Natsume Aotaka. O pai diz que não quer saber quem ele é, e se ele encostar um dedo na sua filha terá a garganta cortada. Depois da aula, o sistema de som avisa que o Tomoharu está sendo chamado pelo conselho estudantil. Ao chegar na sala do conselho, o presidente o congratula. Ele diz que ainda não se apresentou, e que seu nome é Saeki Shirou. Ele diz que o Motoharu é um cavaleiro dos deuses e que de agora em diante fará parte do conselho. Enquanto isso, Takatsuki e a irmã de Saeki estão conversando no telhado da escola sobre o Motoharu. De volta na sala do conselho, Shirou diz para o Motoharu pegar a sua mão e a Misao diz que esse cara é perigoso. Shirou diz que pode ver a Misao também, e que ele também tem um espírito que o acompanha. O nome dela é Aine e que ela é a sua shaetai. Motoharu pergunta o que é shaetai mas Shirou responde que só o que ele quer agora é a resposta dele, e não dirá nada enquanto não ouvir. Motoharu se nega, mas quando estava se virando para ir embora é cercado por várias pessoas com a mesma roupa de Shirou e com óculos de lentes espelhadas (feios pra caramba, diga-se de passagem). Motoharu mostra o celular e diz que vai chamar ajuda, mas Shirou aponta uma arma para ele. Enquanto isso, Takatsuki e a irmã de Shirou estão conversando sobre as motivações do Shirou, mas a Takatsuki não entende. Nisso ouve-se um tiro, e a Takatsuki pula do telhado. O tiro foi direcionado para o celular do Tomoharu. Shirou diz que se ele se negar, vai morrer. Nisso Takatsuki chega e diz para eles soltarem o Tomoharu. Shirou atira nela, mas ela pega a bala e a derrete na mão. Ela então levanta a cabeça e revela os olhos de cor diferente, um azul e outro verde. Ela pede desculpas e cria uma barreira de fogo em sua volta e derrota todos os soldados vestidos de branco em único movimento. Shirou chama Aine e ela invoca um robo que ataca Takatsuki. Misao tenta proteger os dois mas acaba sumindo. Tomoharu é envolto em vários círculos de luz com simbolos escritos. Ela se quebra, e Takatsuki diz para ele fugir. Nisso Tomoharu se lembra das palavras da Kurosaki, que esse mundo já foi destruído uma vez e que está a caminho da segunda. A sala explode em chamas.

Anúncios

~ por Sniperk em 09/04/2009.

 
%d blogueiros gostam disto: