ToraDora 23

De volta a escola, a Taiga começa a fazer bagunça com as outras meninas, ameaçando retirar a bandagem que ela tem na testa, para mostrar o ferimento. Nisso a Yuri-sensei entra na sala e diz que o dia dos namorados (14 de fevereiro naquelas bandas) está chegando e que ela não acredita que todos esqueceram. Logo após o surto, ela se lembra de chamar o Ryuuji e a Taiga para a sala do conselho escolar para falar sobre os seus planos para o futuro.
Ao chegar a sala Yuri-sensei fala que nenhum dos dois entregou ainda o formulário dos seus planos para o futuro, e que os dois precisam entregar até o final do dia.
Logo que ela sai da sala, a Taiga usa o seu formulário para fazer um aviãozinho de papel e o atira pela janela. o Ryuuji tenta reclamar dela, mas ela diz que não sabe nem quem ela é agora, como ela pode decidir o que vai fazer no futuro. Nisso ela sai da sala correndo. Após preencher o seu formulário, Ryuuji leva para a sala dos professores. Ao abrir a porta ele encontra um dos professores discutindo com a Ami sobre alguma coisa que ela não quer fazer. Quando ela percebe o Ryuuji na porta, ela termina a discussão e sai da sala. O professor que discutia com ela diz para o Ryuuji correr atrás dela. Ele a encontra no saguão com o ármario de sapatos. Ela deixa cair um dos sapatos nos pés dele. Ami pede pra ele devolver o sapato, mas, inexplicavelmente, Ryuuji atira o sapato dela longe, no meio do pátio. Logo depois Ami explica para o Ryuuji que ela estava discutindo com o professor porque ele queria que ela servisse de modelo para os novos uniformes escolares, só que ela não queria fazer por que não sabia por quanto tempo mais ficaria naquela escola. Ela pega o sapato das mãos do Ryuuji e sai correndo. Quando ele ia correr atrás dela, o celular dele toca. A Taiga diz para ele no telefone que viu pela janela do apartamente a Yasuko desmaiar. Depois de colocar ela para descansar, ele entra em um estado semi-catatônico, saindo para a rua para comprar algo pra Yasuko comer. A Taiga corre atrás dele, dizendo que ele esqueceu em casa o celular, sua jaqueta e as chaves da casa. Ela não entende por que ele está agindo assim, ao que ele responde que só sabe ser um problema para a sua mãe. A Taiga dá uns berros com ele, e começa a chorar. Ele entende e volta a si, logo depois de quase ser atropelado.
Eles chegam na loja que era o emprego de meio-expediente da sua mãe, pra avisar que ela não poderia mais vir. O dono começa a reclamar que vai ser um problema para encontrar alguem agora pra substituí-la. Taiga se oferece para fazer o serviço, dizendo que está fazendo isso pela Yasuko e não pelo Ryuuji. O Ryuuji então decide se oferecer também. No outro dia, os dois estão tentando vender os chocolates no meio da rua, mas como ele não tem o menos cacuete pra vendedor, ele acaba assustando mais que ajudando. Haruta aparece logo depois, quase se exibindo com a sua namorada. Assim que eles saem de perto, o Noto aparece e diz que o mundo vai acabar já que até o Haruta agora tem namorada. Ele pergunta sobre quem mais veio comprar chocolates, no que o Ryuuji diz que a Kihara não apareceu por lá. Após o dono da loja encarar os dois com olhar de desaprovação, a Taiga diz que vai usar a sua arma secreta. Ela liga para Ami e quando ela aparece, pede pra ela comprar um chocolate, e dizer que é ótimo e coisa e tal. Ela se nega a princípio, mas quando alguns transeuntes a reconhecem, ela resolve agir como foi pedido, e, de repente, a pequena banca está cheia de clientes. A Ami sai de perto, no que Ryuuji corre atrás dela, perguntando por que ela fez isso. Ela diz que foi por que ela quis. Simples assim. Ele pergunta novamente por que ela quer sair da escola, ao que ela responde que deveria ficar só um semestre por lá, mas acabou ficando por mais tempo por que queria ficar com o resto do pessoal. Ele então diz que ela não deveria sair de lá, já que todos gostam dela. Ela avisa que a Taiga não está dando conta sozinha da banca de chocolates, e ele volta correndo para lá. Ami então diz que mesmo que todos não gostassem dela, se pelo menos uma certa pessoa gostasse, ela ficaria. Ela não entende mais o que ela mesmo quer e decide parar de pensar no assunto. Depois de vender todos os chocolates, a Taiga fica com alguns pra ela mesma, dizendo que vai preparar alguns chocolates especiais de agradecimento. No outro dia, na escola, ela reune a Minori, Ami, o Ryuuji e o Kitamura. Ela começa a distribuir os chocolates um para cada, primeiro pra Minori, depois pra Ami, logo depois pro Ryuuji e, por último, para o Kitamura, dizendo que o dele era especial por que teria sido ele que salvou ela quando ela caiu no barranco de neve. O Kitamura age como ele havia prometido para o Ryuuji, mas a Minori percebe que isso está errado e grita com a Taiga, sobre os sentimentos dela, e que foi na verdade o Ryuuji que tirou ela daquele barranco. A Taiga tenta fugir, mas o Kitamura e a Ami bloqueiam as duas saídas da sala. A Minori então continua dizendo que ela quem tem que fazer ela feliz é ela mesma, e não a Taiga. Kitamura e Ami desbloqueiam as saídas e a Taiga foge. A Minori diz que vai correr atrás da Taiga e pergunta para o Ryuuji o que ele quer fazer. Ele então começa a pensar se deve correr atrás dela.

Nada muito revelador dessa vez na preview. O que será que ele vai fazer? A gente sabe que ele vai correr atrás dela, mas o que será que vai acontecer? Sinto pena da Ami. Ela desde o começo sempre foi a minha preferida, mas era óbvio que o final seria com a Taiga. O que será que vai acontecer agora?

Anúncios

~ por Sniperk em 12/03/2009.

 
%d blogueiros gostam disto: